O presidente do DEM em Cuiabá, Beto Dois a Um: MidiaNews

O presidente do DEM em Cuiabá Alberto Machado, o Beto Dois a Um, minimizou a troca de farpas pública protagonizada pelos candidatos a prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) e Roberto França (Patriota).

O Democratas em Cuiabá é um dos principais apoiadores de França, pois faz parte da composição da chapa majoritária, com o vereador Marcelo Bussiki como vice.

“Esse não é o caminho ideal, mas eu nunca vi uma eleição majoritária sem esse tipo de disputa. Esse é um momento que desnuda o candidato e todo mundo que vai pra um enfrentamento desses tem que estar preparado para debater sobre qualquer assunto”, afirmou o democrata.

Emanuel e França tem trocado acusações sobre processos que tramitam na Justiça.

“Esse não é o caminho ideal, mas eu nunca vi uma eleição majoritária sem esse tipo de disputa. Esse é um momento que desnuda o candidato

Isso porque o candidato à reeleição é réu em processo na Justiça Federal em razão do vídeo em que aparece recebendo maços de dinheiro – supostamente de propina – enquanto era deputado estadual, na gestão do ex-governador Silval Barbosa.

Já França recorre contra uma sentença no Tribunal Regional Federal da 1ª Região após ser condenado a oito anos e oito meses de reclusão por desvios de recursos públicos enquanto prefeito da Capital.

O caso se trata de irregularidades no convênio assinado pela Prefeitura com o Ministério da Cultura para reforma da Casa dos Alferes, o atual Museu de Imagem e Som (Misc).

 

Crescimento de adversário

Beto ainda foi questionado sobre o crescimento nas intenções de voto do candidato Abílio Júnior (Podemos) nas pesquisas eleitorais.

Para ele, a insatisfação do cuiabano com a atual gestão fez com que houvesse um crescimento de opositores de Emanuel.

“Eu acho que vem muito da insatisfação da atual gestão. Na minha percepção está longe do ideal, e candidaturas vão aparecendo. Novos candidatos vão aparecendo”, afirmou.


FONTE: MÍDIA NEWS