RepórterMT

Um boletim de ocorrência foi registrado contra o delegado Flávio Stringuetta, responsável pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), por ameaça e abuso de autoridade. A denúncia foi feita pelo tenente da Polícia Militar (PM) Cleber de Souza Ferreira. Ele afirma que Stringuetta foi tirar satisfação com ele, na 3ª Base da PM, após descobrir uma denúncia que o tenente planejava matá-lo.

Acredita-se que a motivação do suposto planejamento da morte do delegado seja por conta de uma operação, deflagrada pela GCCO em 2019, que investigada policiais que permitiram a entrada de celulares na Penitenciária Central (PCE). Cleber foi um dos alvos e está sendo investigado.

A denúncia de ameaça de morte foi registrada no Sistema de Segurança Pública e chegou ao conhecimento do delegado, que junto com mais quatro policiais civis de sua unidade, todos armados, foi até a base conversar com o tenente.

Entretanto, Cleber denuncia muito mais que uma conversa e alega uma intimidação com ameaça de morte. Ele negou que tenha planejado a morte do delegado.

Procurado, Stringuetta definiu a atitude do tenente como “desesperado” e afirmou que prestará os esclarecimentos devidos e provará sua inocência na Corregedoria da Polícia Civil.


FONTE: REPÓRTER MT