Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) — Foto: Assessoria

A eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso vai ter chapa única. O único candidato à presidência é o atual presidente do órgão, Eduardo Botelho (DEM). A eleição está marcada para esta quarta-feira (10), às 9h.

Eduardo Botelho tenta reeleição em chapa única — Foto: Ângelo Varela/ALMT
Eduardo Botelho tenta reeleição em chapa única — Foto: Ângelo Varela/ALMT

Além do presidente, fazem parte da chapa: primeiro-secretário, Max Russi (PSB); segundo-secretário, Valdir Barranco (PT); terceiro secretário, Claudinei Lopes (PSL), e quarto secretário, Paulo Araújo (PP); primeiro vice-presidente, Janaína Riva (MDB), e segundo vice-presidente, Wilson Santos (PSDB).

A votação é secreta. A chapa será considerada vencedora se tiver a maioria absoluta de votos. Caso não seja obtida a maioria absoluta.

Por causa da prevenção ao novo coronavírus, as sessões estão sendo remotas. No entanto, a votação será na própria Assembleia.

Foram definidas, contudo, regras para evitar a disseminação do vírus.

Os parlamentares deverão, preferencialmente, permanecer em seus gabinetes, conectados à sessão virtual, devendo deslocar-se ao plenário apenas no momento da chamada para votação.

O quórum será computado de acordo com os parlamentares em plenário e os presentes nos gabinetes online na sessão virtual.

Os deputados nas quais a presença for imprescindível no plenário devem fazer a redistribuição dos assentos no plenário, com a finalidade de manter distância segura.

Deverão ser adotadas medidas de intensificação da limpeza e desinfecção de superfícies nas dependências da ALMT, especialmente no plenário e na cabine (sala de votação), bem como adotar providências visando à renovação da circulação de ar nas dependências do plenário e da ALMT, com a abertura de janelas em locais com uso de ar-condicionado.

Janaína Riva (MDB) está grávida — Foto: JLSiqueira/ALMT
Janaína Riva (MDB) está grávida — Foto: JLSiqueira/ALMT

No início de abril, os deputados aprovaram o Projeto de Emenda Constitucional 01/2020, de autoria das lideranças partidárias, que mudou a data de eleição da nova Mesa Diretora da Assembleia Legislativa – biênio 2021/2023. Antes era realizada em setembro.

A antecipação se deu para que a deputada Janaina Riva, que está grávida pudesse participar. A data de nascimento do bebê está prevista para o período em que aconteceria a eleição.

Fonte: G1