♪ Compositora bissexta, Elza Soares é um dos sete nomes creditados como autores de um dos sambas-enredo que disputam a primazia de ser eleito para o próximo desfile da Mocidade Independente de Padre Miguel, escola de samba do Rio de Janeiro.
Criação de Fábio Fabato, o enredo Batuque ao caçador – tema de Carnaval de data e realização ainda incertas em 2021 – exalta o orixá Oxóssi com homenagem que também se estende à bateria da agremiação carioca, tornada famosa nos anos 1970 sob a direção e regência de Mestre André, nome com o qual o ritmista José Pereira da Silva (1932 – 1980) era conhecido no meio carnavalesco.
Intérprete original de Salve a mocidade (Luiz Reis, 1974), empolgante samba que celebrou a bateria da agremiação (“Lá vem a bateria da Mocidade Independente / Não existe mais quente”), Elza assina o samba-enredo com Carlitos Baiano, Dr. Castilho, Guto Biral Bachini, Pedro Loureiro, Rafael Lima e Ricardo Simpatia.
Enredo da escola verde e branca no Carnaval de 2020, Elza Soares é trunfo em disputa que também inclui sambas assinados por nomes estelares como Carlinhos Brown, Marcelo D2 e Sandra de Sá, entre outros.
Fonte: G1