Imagem Ilustrativa/Freepik

Uma mulher de 33 anos procurou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Bairro Pascoal Ramos, em Cuiabá, nessa quarta-feira (18) após ter parte da orelha arrancada pelo companheiro.

A Polícia Militar foi acionada por uma funcionária da UPA, visto que a vítima só procurou atendimento médico, mas não acionou a polícia.

Quando os policiais chegaram, a vítima contou que estava em um evento com seu companheiro quando, por volta das 5 horas, os dois se desentenderam por ciúmes e ele mordeu a orelha dela, vindo a arrancar um pedaço.

A vítima disse que convive com o suspeito há aproximadamente cinco meses e se recusou a dar informações sobre a identificação dele.

Ela precisou ficar na UPA sob cuidados médicos e o suspeito não foi encontrado. O caso foi registrado como lesão corporal.


Fonte: O Livre