O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes - Foto por: Mayke Toscano/Secom

O governador Mauro Mendes (DEM) afirmou na manhã desta quinta-feira (14), que não vê o lockdown (isolamento total) necessário neste momento, pois traz sérios prejuízos econômicos para Mato Grosso. Apesar dos números crescentes em casos da Covid-19, o coronavírus, no estado, o gestor disse que é preciso tomar a medida na hora certa.

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes – Foto por: Mayke Toscano/Secom

Durante entrevista à Rádio Jovem Pan de São Paulo, o democrata afirmou que 98 dos 141 municípios não apresentam nenhum caso confirmado do coronavírus, por isso ele destaca que agora não seria o momento ideal para lockdown.

“Temos que aplicar o remédio certo, no lugar certo e na hora certa. Nós sempre fomos favoráveis as medidas restritivas, entretanto elas precisam ser aplicadas no momento certo”, apontou.

O governador prevê consequências gravíssimas se o Estado adotar um isolamento total do comércio e das pessoas ruas. “A pandemia é grave, é séria, ela pode tirar muitas vidas, mas um governante tem que olhar todos os aspectos do problema”.

“Salvar vidas é necessário, porém se nós fizermos lockdown, medidas restritivas antecipadas, fora de hora, isso vai prolongar muito esse tempo de paralisação e as consequências econômicas serão gravíssimas”, completou.

Mendes destacou que está procurando equilibrar as ações entre salvas vidas e não deixar a economia cair. “Nós estamos falando da vidas das pessoas, do trabalho das pessoas. A grande maioria do cidadão brasileiro precisa trabalhar para comer e viver. Poucos são aqueles que podem defender o isolamento total”, destacou.

Casos de coronavírus em MT

Conforme o boletim da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), divulgado nesta quarta-feira (13), Mato Grosso tem 673 casos confirmados da Covid-19. As últimas informações apontam que o estado tem 24 óbitos registrados devido à doença.

Fonte: Hiper Notícias