Foto: Luiz Alves/Secom

A vacinação contra a Covid-19, em Cuiabá, inicia nesta quarta-feira (20), às 10h, começando pelos trabalhadores da saúde que atuam na linha de frente da pandemia, em Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s), enfermarias e pronto atendimento de unidades públicas e privadas de saúde. O anúncio foi feito pelo prefeito Emanuel Pinheiro e a secretária municipal de Saúde, Ozenira Félix, na tarde desta segunda-feira (18), em coletiva de imprensa que apresentou o Plano Municipal de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19.

A vacinação na primeira fase funcionará no Centro de Eventos do Pantanal, de domingo a domingo, das 7h às 22 horas, mediante agendamento por link que será divulgado pela Prefeitura e apresentação do cartão de vacinação com cadastro atualizado pelo aplicativo Conecte SUS ou em uma unidade de saúde.

A ideia é que a vacinação seja estendida para polos regionais, na segunda fase, e as unidades básicas de saúde, na terceira fase, conforme a quantidade de doses que forem enviadas pelo Ministério da Saúde. “Quem vai definir a velocidade e a dinâmica dos polos de vacina será a quantidade de doses que forem disponibilizadas para Cuiabá”, afirmou Pinheiro.

A logística da campanha de imunização da Covid-19 vai contar com 40 aplicadores da vacina, 20 auxiliares administrativos, 15 profissionais de apoio e acolhimento, oito enfermeiros supervisores, equipe de suporte avançado (ambulâncias), serviços de segurança, limpeza e transporte.

Ao apresentar o plano de vacinação, Emanuel Pinheiro destacou que o plano de imunização ainda não é suficiente para acabar com a pandemia e que a população precisa continuar mantendo os cuidados referentes à prevenção. Isso porque a vacina somente faz efeito no sistema imunológico do ser humano cerca de duas semanas após a aplicação da segunda dose.

“Não existe normalidade no momento. A vacina ainda leva certo tempo para fazer o efeito necessário. É necessário que as pessoas colaborem e continuem não se aglomerando, utilizando máscaras, pelo amor de Deus! Fazendo a higiene pessoal e familiar, lavando as mãos com água e sabão frequentemente”, alertou o prefeito.

O plano segue as diretrizes do Governo Federal. Na primeira fase, os grupos que serão vacinados serão os profissionais da saúde, pessoas de 80 anos ou mais, pessoas de 75 a 79 anos, pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas e população indígena. Na segunda fase, serão imunizadas pessoas de 70 a 74 anos, 65 a 69 anos e 60 a 64 anos. Na terceira fase, pessoas com comorbidades, como hipertensão, diabetes, doença pulmonar, doença renal, obesidade, entre outros.

A escolha do público alvo foi feita pelo Governo Federal, levando-se em conta a incidência da doença e da mortalidade nestas faixas etárias e nos grupos escolhidos. A vacina que será utilizada para a imunização em Cuiabá nesta primeira fase será a Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan, em parceria com o laboratório chinês Sinovac. É produzida com o vírus inativado e deve ser tomada em 2 doses, com intervalo de 14 a 28 dias.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá / Celly Silva / Roberta Penha